Padrão Racial Oficial

PADRÃO OFICIAL

Padrão CBKC n.º 65a de 2/05/94.

Padrão FCI n.º 65 de 27/10/89.

Grupo 9 – Cães de Companhia.

País de origem: Bacia Mediterrâneo Centra.

Nome no país de origem: Maltese.

Utilização: companhia.

Prova de trabalho: para campeonato, independente.

APARÊNCIA GERAL: cão pequeno, tronco alongado, com uma pelagem branca e bem longa, muito elegante, de cabeça erguida, com confiança e imponência.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: o comprimento do tronco ultrapassa, em torno de 38% a altura na cernelha. O comprimento da cabeça é igual a 65% da altura no cernelha.

TEMPERAMENTO E CARÁCTER: esperto, afectuoso, muito dócil e inteligente.

CABEÇA: de comprimento igual a 65% do altura na cernelha, tendendo a larga, um pouco maior que a metade do comprimento.

Crânio: de comprimento ligeiramente maior que a do focinho; a largura, entre as arcados zigomáticas, é igual ao comprimento, consequentemente, um pouco maior que a metade do comprimento total. No sentido do comprimento, a linha superior do crânio é pouquíssimo arqueado; o topo do crânio, entre as orelhas, é chato, com occipital pouco marcado; arcadas superciliares, juntamente com seios frontais, são muito pronunciadas; sulco sagital ausente ou pouquíssima marcado; as faces laterais do crânio são sutilmente arqueadas.

Stop: muito marcado, fazendo um ângulo de 90 graus.

Trufa: vista de perfil, fica no alinhamento da cana nasal. A linha anterior da focinho é vertical, volumosa, arredondada e com os narinas abertas; é rigorosamente, pigmentada de preto.

Focinho: comprimento é igual 65% do comprimento total da cabeça, portanto, menor que a metade. As regiões sub-orbitais são bem cinzeladas. A altura é um pouco menor que 20% da comprimento. As faces laterais são paralelas, mas vista de frente, não parecem quadradas, enquanto que o face anterior se harmoniza, através de curvas, com as laterais. A linha superior do focinho é reta, com o cana nasal bem marcada no segmenta central.

Lábios: vistos de frente, a oclusão dos lábios forma um semicírculo bem aberta. Desenvolvendo-se na mesma profundidade da comissura. Os lábios superiores tocam, perfeitamente ajustados, as inferiores, em todo sua extensão, de modo que alinha interior fica delineada pela mandíbula. A rima labial é, também rigorosamente pigmentada de preto.

Maxilares: moderadamente desenvolvidos, de aparência leve e perfeitamente articulados. A mandíbula forma a linha inferior, reta, com a ponta do queixo em articulação normognata.

Dentes: as arcadas dentárias articulam-se perfeitamente e os incisivos fazem a oclusão em tesoura. Os dentes são brancos, bem desenvolvidos e numericamente completas.

Olhos: de tamanho maior do que seria normal, abertos. de contorno tendendo ao redondo, pálpebras bem ajustadas, de inserção frontal aflorante, um tonta ressaltados, jamais profunda. De cor ocre carregado e a orla das pálpebras preta. Vistos de frente, o esclerótica deve permanecer oculta.

Orelhas: de formato tendendo ao triângulo em torno de 33% do comprimento. Inserção alta, acima das arcadas zigomáticas, portadas pendentes, caídas rente às faces. Pouca mobilidade.

PESCOÇO: não obstante seja fartamente revestido de pêlos longos, a nuca permanece bem delineada. linha superior é arqueado, com o comprimento cerca da metade do altura na cernelha, portado erguido sem apresentar barbela

TRONCO: o comprimento, medido da ponta do ombro à ponta da nádega, é 38% maior que a altura cernelha.

LINHA SUPERIOR: reta, até a inserção da cauda.

Cernelha: ligeiramente acima da linha superior.

Dorso: de comprimento, em torno ate 65% da altura na cernelha – tórax amplo de profundidade abaixo do nível dos cotovelos, com as costelas, moderadamente, arqueadas. O perímetro torácico é 66% maior, que altura na cernelha.

Peito: esterno muito longo.

Garupa: o contorno continua o da linha superior, sendo muito larga e longa, angulada, em torno de 10 graus com a horizontal.

CAUDA: inserção no alinhamento da garupa, é grossa na raiz, terminando em ponta. Comprimento em torna ate 60% da altura no cernelha, formando uma grande curva, cuja ponta recai sabre a linha central da anca, tocando a garupa. A garupa fazendo uma curva lateral para um dos lados do tronco, é tolerada.

ANTERIORES: vistas no conjunto são bem articulados ao tórax e bem aprumados.

Ombros: escápula é igual a 33% da altura na cernelha e angulada de 60 a 65 graus com a horizontal. Tende a ser paralela ao plano médio, longitudinal da tronco.

Braço: de comprimento maior do que o da escápula e igual aos 40 a 45% da altura na cernelha, angulada a 70 graus com a horizontal Bem ajustada ao tórax, nos dois terços proximais, trabalhando quase paralelo ao plano médio longitudinal do tronco.

Cotovelo: trabalho paralelamente ao plano médio longitudinal do tronco.

Antebraço: seco, com os músculos pouco desenvolvidos, mas de ossatura robusta em relação às proporções da raça. Mais curto que o braço, medindo cerca de 33% da altura na cernelha

Carpo: no prumo do antebraço, com bastante mobilidade, sem mobilidade e revestido de pelagem Fina.

Metacarpo: com as mesmas características do carpo, sendo reta em virtude do pouco comprimento.

Patas: redondas, dígitos compactos e arqueados, com a sola dos almofadas plantares e digitais, pigmentadas de preto. Unhas escuras, preferencialmente pretos.

POSTERIORES: vistas em conjunto, ossatura robusta e paralelos. Vistas por trás, aprumadas desde a garupa.

Coxa: com músculos rígidos e o perfil posterior arqueado. Paralela ao plano médio longitudinal do tronco é, relativamente, pouco angulado. De comprimento próximo aos 40% da altura, na cernelha e largura, um pouco menor que o comprimento.

Pernas: com a crista da tíbia pouco marcada, Fazendo um ângulo de 55 graus com a horizontal e de comprimento, ligeiramente maior que o da coxa.

Jarrete: angulado a 140 graus com a tíbia, a distância da ponta ao solo é, ligeiramente, maior que 33% da altura na cernelha e, perfeitamente aprumado.

Patas: com características idênticas às dos anteriores.

MOVIMENTAÇÃO: uniforme, rasante, fluente, com passadas curtas e muito rápidas no trote.

PELE: bem ajustada e toda bem amoldada ao carpo, pigmentada com manchas escuras e vermelho vinho, especialmente no dorso. A orla das pálpebras a terceira pálpebra, rima labial e as mucosas são pretas

PELAGEM: simples, sem subpêlo, densa, de textura sedosa, brilhante, caindo pesadamente e bem longa em todo o corpo, permanecendo lisa ao longa da linha superior, sem indício de ondulação ou encaracolamento. No tronco, o comprimento do pêlo ultrapassa o da altura na cernelha e cai, pesadamente, no solo como um manto bem assentado sabre o tronco, o qual deve modelar, sem dividir-se nem formar tufos ou mechas. Os tufas ou mechas são admitidas nos membros anteriores, desde o cotovelo e, nos posteriores, desde o joelho abaixo até as patas. Na cabeça, a pelagem é bem longa, tanto na cana nasal, onde se confunde com a barba, quanto no topo do crânio, de onde cai, até mesclar-se com a das orelhas. Na cauda, os pêlos caem de um só lado do tronco, quer dizer, sobre um dos flancos e sobre a coxa, o comprimento alcança os jarretes.

COR: branco puro, admitindo-se o marfim pálido. Traços de laranja pálido, sob a condição que pareçam pêlos sedosos, são admitidos, mas indesejáveis, constituindo, portanto, uma imperfeição, dando a impressão de pêlos sujos. Não são admitidas as manchas definidas, ainda que pequeníssimas

TALHE: altura para as machos 21 a 25cm no cernelha. Para as fêmeas de 20 a 23cm. Peso – de 3 a 4 quilos.

NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerada como falta e penalizada na exato proporção de sua gravidade, valendo, inclusive, para a estrabismo bilateral e poro a comprimento do tronco que ultrapasse as 43% da altura no cernelha.

FALTAS ELIMINATÓRIAS: cana nasal romana fortemente acentuada; prognatismo acentuado, se alterar o aspecto formal do focinho. Nos machos, altura acima de 26cm ou abaixo de 19cm; nas Fêmeas, acima de 25cm ou abaixo de 18cm.

DESQUALIFICAÇÕES:

1. Divergência ou convergência acentuada das linhas superiores da crânio e do focinho;

2. Trufa, despigmentação total ou pigmentação diferente do preta;

3. Despigmentação total das pálpebras;

4. Prognatismo superior;

5. Olhas porcelanizados;

6. Anurismo ou braquiurismo congênitos ou adquiridos;

7. Pelagem ressecada;

8. Qualquer cor diferente do branco, exceto o marfim pálido;

9. Manchas de qualquer cor, por menores que sejam;

10. Mono ou criptorquidismo, ou desenvolvimento insuficiente de um ou de ambos os testículos.