Bichon Frise

LINDOS FILHOTES DISPONÍVEIS. ENTRE EM CONTATO PARA MAIORES INFORMAÇÕES.

O Bichon Frise parece um ursinho de pelúcia, um floquinho de algodão. Dócil, meigo e brincalhão. Ideal para crianças e apartamentos.

Marinheiros franceses do século 14 , fascinados pela beleza do Bichon Frise, ou também chamados de Tenerife e Bichon Tenerife, foram os responsáveis pela introdução da raça na Europa, trazendo vários exemplares da ilha de Tenerife, uma das ilhas Canárias na costa da Espanha. O Bichon, parente próximo do Maltes, era utilizado pelos marinheiros como moeda de troca quando de volta a Europa. Sua personalidade alegre rapidamente ganhou admiradores na alta classe social e a raça virou uma das preferidas por reis e membros da nobreza da época por 400 anos.

No século 19 o Bichon perdeu um pouco da sua fama e a realeza passou a preferir outras raças. Nesta época o Bichon passou então a ser um animal pertencido pelas pessoas comuns. Devido a sua grande agilidade e vontade de agradar, logo esta raça passou a ser utilizada como animais de circo ou de ambulantes de realejo.
Após a primeira guerra mundial os criadores franceses resolveram desenvolver a raça com mais seriedade e, em 1934, receberam o reconhecimento do Kennel Club Francês. Apesar do grande sucesso entre criadores e admiradores, os Bichons apenas foram reconhecidos pelos clubes americano e canadense nos anos 70.

Nas pistas de shows de conformação e beleza eles são tão elegantes e tão cheios de vida que contagiam a todos. O pêlo, naturalmente bonito e sedoso é uma de suas maiores características, mas requerem cuidados especiais que nem todos os donos estão dispostos a enfrentar.

Mesmo que o dono não tenha intenção de exibi-los em shows, será preciso escová-los todos os dias, além de dar banho todas as semanas e tosá-los 1 vez por mês. Na grande maioria das vezes é preferível deixar que um profissional de banho e tosa cuide do seu Bichon, mas é importante acostumá-lo desde filhote a ser manuseado e aos barulhos comuns de uma loja de banho e tosa para que quando o cachorro se tornar mais velho não fique assustado e arredio.